quinta-feira, 14 de junho de 2007

A fonte de vida e de paz num ecomarché perto de si

Há dias estava eu a bater claras em castelo para fazer um bolo quando me lembro que tinha deixado cozer demasiado o feijão verde. Saiu feijão preto, literalmente. Depois ouvi um zunido qualquer, era uma mosca a acasalar com uma toupeira...faziam muito barulho, mandei a mosca embora...já a toupeira foi comer uns cereais para ter alguma coisa para fazer...é que já tinha lido o jornal da bola então como viu a mosca a jeito resolveu violá-la...A massa do bolo estava quase pronta, faltava por umas azeitona para garantir um cheiro daqueles que dá vontade de sair a correr porta fora...

Acabado o bolo foi tomar uma litrada de tintole para me recompor do esforço dispendido. A verdade é que estava cansado. Bater claras em castelo em termos de energia dispendida é pior do que cair das escadas abaixo. Embora se caia das escadas e se parta todo, bater claras fica-se com a mão algo dormente, o que pode criar lesões graves ao longo dos anos. Mas o bom é que a minha pomada funciona. O amigo tintole é muito eficaz. Para além de nos dar energia para mais tempo devido ao alto teor vitamínico, ainda nos dá a possibilidade de agirmos estupidamente sem darmos conta, quando ingerimos em quantidades directamente proporcionais ao nosso peso. Se o nosso corpo tivesse 70% de álcool, a gente podíamos cuspir fogo, pois o corpo seria uma bola de gás por dentro. Só trazia vantagens convenhamos.

Quem conduzisse com essa quantidade nem poria em perigo os restantes condutores, visto que a primeira coisa que fariam quando fossem para o carro era ir contra o poste mais próximo. A polícia aí nem queria saber o que realmente se passaria, visto que os litros de tintole que a pessoa em questão guardava no porta bagagens seria o suficiente para comprar a polícia, que iria fazer uma festa para um mato qualquer mais próximo...
O mundo viveria feliz. Viver-se-ia o apogeu do cultivo de uvas, em vez de campos de cultivo de bananeiras ou de tomilho... Seres de inteligência rara como Mario Lino ou o gigantone do presidente do sporting já poderiam dizer barbaridades à vontade, pois teriam desculpa... As guerras acabariam, visto que o Iraque não é campo de cultivo de uvas, visto que aquilo é areia e umas aldeiazitas à espera de serem bombardeadas pelos amigos americanos...Como se pode ver...o ser humano não sabe sem dúvida nenhuma aproveitar o que a vida tem de melhor...é uma tristeza...dá pena...como também dá vontade de ir à cozinha comer qualquer coisa que o texto ficou grande e já me está a dar larica....Bom...foi tudo por hoje...o lixo fica por aqui que hoje abusei um bocadinho confesso....

Eis um caso de grande homem, grande visão, grande copito e um grande benfiquista que sabe os bons prazeres da vida!!

9 comentários:

peace_love disse...

Que raio de comidas que tu fazes pá!

Andreia do Flautim disse...

grande copo!!Acho que não era muito boa ideia 70% do corpo ser alcool! lol

caditonuno disse...

pá, nao abuses do tintol!!!

Lyra disse...

Gostei daquela dos seres de inteligência rara... eu não diria rara, mas ausente :P
Qto aos teus dotes culinários... lembra-me de nunca te pedir uma receita :P
Bjos e bom fds

White_Fox disse...

LooooooooooooooL.
Se o gorpo era maioritariamente gás, tb tinhas de ter em conto os peiditos! Epá, viver num mundo onde todos se cagam ao pé de ti não é agradável. Mas espera! Isso já acontece agora! Esquece lá isso!
E pronto! Mais um post engraçado e com um grande representante da revista vinhos!
LoL
abraço

Alexandre disse...

Das claras em castelo a imagem que me vem logo à cabeça foi uma vez a minha irmã mais velha estava a bater as claras, batia, batia e depois para provar que estavam bem batidas virava a tigela por cima da cabeça e as claras lá ficavam presas sem tombarem: mas nesse dia os ovos deviam ser mais moles do que o costume e as claras escorreram-lhe pela cabeça e pelo corpo abaixo... já lá vão uns anitos valentes mas nunca mais me esqueci desse episódio! Um abraço!!!

Rafeiro Perfumado disse...

Se o corpo humano tivesse essa percentagem de álcool, não havia fumadores...

Lusófona disse...

Achei que vocÊ está um bocado envelhecido nesta foto..hehehehe

Se tivéssemos esse teor alcóolico, no sague... francamente...seríamos uma espécie muito gira... colocaríamos fogo pelas ventas, e isso, numa discussão seria muito útil...

Beijinhos

Isabel-F. disse...

....hehehe ....
a tua imaginação é o máximo....


beijinhos