terça-feira, 29 de abril de 2008

Sai um balázio nos cornos fresquinhooo !

Hoje vou relatar um caso que me deixou bastante chocado. Aliás, há de chocar qualquer pessoa com um pingo de sanidade mental, convenhamos... É algo que aconteceu na Austria, que vi no telejornal. O caso em questão conta a história de um tipo que devia ser castigado com algo pior do que uma mulher sofre por adultério nos países muçulmanos. Ou seja, pior do que ser apedrejado...

Acontece que o gajo engravidou uma rapariga sete vezes, teve sete filhos portanto. Até aqui, tudo bem. O pior é quando se vem a saber que era a própria filha !!!

Pelo que percebi os seus filhos já tinham cerca de dez anos de idade e nunca saíram à rua, ficando fechados durante esse mesmo tempo em casa, e três dos sete viviam em casa dos avós, no andar de cima, que muito provavelmente não sabiam quem era o pai das crianças, essa parte não percebi bem... Foi à pouco tempo que o tipo se confessou, e agora veio a público essa notícia...

Pois eu digo...É bastante nojento este tipo de coisas. Decerto que penas de morte não se usam nos dias de hoje, ou pelo menos com essa mesma designação, mas confesso que este era daqueles casos em que uma morte lenta à base de balázios em cada parte dos membros do ser humano resolviam muitos anos de um pecado macabro do género.........

2 comentários:

Andreia do Flautim disse...

Podes crer!
Também concordo!

Nomyia disse...

Balázio? Tortura. Morte com requintes de malvadez...
*****