quarta-feira, 18 de junho de 2008

Qualquer um pode ser um acarta-chatices!

Chega esta altura do ano e apetece mesmo dar um giro e desaparecer porta fora. Como hão de ter compreendido, chegou a altura das frequências, que é algo extremamente deplorável... Adoptando a política de faz-nada, posso dizer que este semestre é algo que pressupõe que vá me lixar forte e feio... Vejo uma luz no entanto, ao menos tenho duas lâmpadas no meu candeeiro convenhamos...duas em cinco, logo vejo bem à brava enfim...

Sinceramente o que existe de mais intrigante nesta vida marafada é não saber exactamente para o que se tem jeito para fazer. Ou seja, que rumo se dar à vida no momento da passagem do 12ºano para a faculdade. Como sempre estive em economia, acabei por optar por isto, mas confesso que ando bastante desiludido com isto, não é o que esperava...E embora pelo que percebi toda a gente tem este tipo de sentimento mal chega à universidade, pois existem sempre cadeiras mais chatas, verdade seja dita ando mesmo farto de todas as disciplinas que tenho tido...

O mais irónico é que a disciplina que eu me dei mal à dois anos atrás, quando soube que tive de repetir a matemática, é agora a que me sinto mais à vontade... Tudo o resto estou às escuras, só não dou trancadas nas paredes porque não é propriamente divertido fazê-lo!....

Mas depois penso (embora pensar seja curioso relativamente a mim..), se desistisse disto, o que faria depois? Há alternativas, claro que as há. Posso ir para um call center, macdonald's, feira da ladra vender pinhões ou...continuar. É que mudar de curso é difícil. Não é só mudar, é mudar para o quê, a questão é mesmo essa.

Por vezes pomos uma carreira com mais disponibilidades a nível de emprego e melhor rendimento financeiro à que realmente gostaríamos de seguir. Pensar no futuro, noutros termos. Se por um lado não é mau, por outro, podemos ter essa mágoa durante imenso tempo. Claro que há casos e casos. Cada vez mais pessoas com curso superior estão com cargos que em nada têem a ver com aquilo que lutaram e isso é igualmente triste.

Recordando um ano atrás, quando finalmente consegui passar a tão aclamada disciplina do chumbo, tinha algumas ideias base do que fazer a seguir, que passavam por isto que agora ando a estudar, no entanto, hoje em dia existem milhares de cursos profissionais pós-12ano ou mesmo alguns cursos mais 'obscuros' igualmente interessantes, o que se passa é que existe pouca divulgação dos mesmos, e quem se lixa, são os macambúzios que andam indecisos...

4 comentários:

Andreia do Flautim disse...

Acho que toda a gente passa por essa fase do "será que é mesmo este curso que quero"?
Também me aconteceu... Mas não desisti, até porque gostava da maioria das cadeiras.
Hoje, já licenciada, não faço propriamente aquilo para o que estudei, mas pelo menos ponho em prática alguns conhecimentos que adquiri!

Jedi Master Atomic disse...

Mas olha que se deixares correr mais uns anos, vais ver que depois fazes TODAS as cadeiras com uma perna atrás das costas...lololol

White_Fox disse...

Vais ver que vai td correr bem! Boa sorte!

Lord of Erewhon disse...

Agora é que tu falaste bem.