sábado, 18 de outubro de 2008

Costumes aceites pela comunidade das alforrecas e pelos habitantes das ilhas desertas da Madeira II

Anteontem lá me enganei e vi grande parte do telejornal, que costuma ser aquele programa que tem um não sei quê que não me permite ficar a ver durante muito tempo, especialmente se tiver um babuíno chamado Manuela Moura Guedes a apresentá-lo... Mas passando à questão em si, a dada altura uma das notícias era a de que cada vez mais cedo os jovens portugueses perdem a virgindade mais cedo, começando grande parte aos 14 anos, e sendo que é suposto ser caso raro quem tem 18 e ainda o é...

Pois eu cá digo que a rapaziada quer é brincadeira! Lá vai o puto de 14 anos assim como não quer a coisa para a menina que está a malhar no pernil de porco: ''E tal anda cá para te dar umas piladas!''... É relativamente cómico quer dizer, com essa idade ainda nem a dentola se tem totalmente evoluída, nem descascar batatas já se faz, e já se pratica esse tipo de coisa...

Por acaso nestes ultimos dias tenho dormido confortavelmente ao barulho de uma mulher a chiar. O que pressupõe que não tenho dormido. Verdade seja dita há uns tempos foi para o meu prédio uns vizinhos novos, casal aí na casa dos trinta, e que por sinal tem 'partido' bem a cama... Confesso que se por um lado é um barulho que até põe um ligeiro sorriso, por outro é algo difícil dormir, pois aquilo tem sempre hora marcada para as duas da matina...

E aquilo não falha, também o que é bom não se dispensa quer dizer, mas agora faço o seguinte repto: por favor, partam a cama! Assim ao menos um gajo tem sono do bom durante um dia! Ou mais quem sabe, talvez fazer no chão pode trazer vantagens para a coluna, embora não veja lá grande slogan nos colchões da Molaflex do tipo ''O chão, aquilo que é realmente ortopédico'', é que não rendia pois havia queixas como ''Doí me as costeletas que faço?'', ''Atira-te da janela que isso passa''.............

Mudando de assunto. Sucede que o IA vai aumentar ainda mais. Que dizer sobre isto? Simples:

''TÁ A PREPARAR A CAÇADEIRA PÁ''

Ao que parece aumenta mais 11% do que já estava, é sempre a aviar este Estado. Depois queixem-se que a malta anda descontente e a atirar pedras para tudo quanto é ministro, deputado, ou empregada de limpeza do deputado. Qualquer dia há uma guerra civil. De um lado, os populares, do outro, os ministros e tudo quanto tenha a ver com o Governo. Uma batalha campal do género teria sua certa piada, era com cada enchimento que até saltavam....

7 comentários:

Alien David Sousa disse...

Grão, antes de mais tenho de rir com esta:

"pois aquilo tem sempre hora marcada para as duas da matina..."

São pessoas metódicas, só podem!

Quanto aos putos de 14 anos já andarem a ter relações sexuais...bem é realmente assustador. É como tu dizes, ainda nem têm a DENTADURA completa e já andam a ter relações sexuais. Falando a sério agora, não acredito que uma criança de 14 anos tenha a maturidade suficiente para ter relações sexuais, acho que existe um tempo para tudo. O sexo não é apenas um acto fisico...enfim isto daria pano para mangas e calças.

Quando ao governo e as suas medidas, falsas promesas, novos rumos...deixa-me ir até ali despejar o que tenho no estômago :/

Beijinhos G.

Andreia do Flautim disse...

Uma boa semana para ti!

White_Fox disse...

Amanhã passo por cá para ler o blog com mais calma. EHeh

Diabólica disse...

Relativamente em relação à idade em que se iniciam as relações sexuais, parece-me uma clara irresponsabilidade.

Poderei estar equivocada, porque há pessoas e pessoas, mas na generalidade não acredito que com esta idade se tenha a maturidade suficiente para se perceber as implicações deste acto, que não deixa de ser natural é certo, mas....

Relativamente, ao nosso miserável Governo,acho que nos devíamos juntar todos e acabar de vez com este "rega bofe".

Beijokas

Lu.a disse...

Os teus vizinhos partem a cama às duas da matina?? Mas os gajos não trabalham no dia seguinte, pá?

Vício disse...

e quando partem a cama acompanhando de cântico épico... um espectáculo!

Minerva McGonagall disse...

Tive uma vizinha que todas as noites praticava o chamado sexo gritante. A sério, se eu tivesse uma namorada assim, antes de lhe dar uma, atava-lhe a boca para não afectar os meu ouvidos.