domingo, 4 de janeiro de 2009

O programa em que podridão e 'maravilha' são sinónimos!

Hoje deu um programa de culto na televisão. Na teoria deu vários, se retirarmos a repetição daquela espécie de gala em que os putos cantam, da tvi. Mas falo de algo mais profundo. Mais sofisticado. Ou algo com falta disto, quem sabe... Verdade seja dita, talvez seja um marco da televisão ver um programa em que o objectivo é deixar escapulir algumas frases relativamente foleiras, quando o propósito seria cantar...

Creio que já perceberam do que falo, se durante a tarde estiveram atentos à rtp1. Sucede o seguinte: assim como quem não quer a coisa lá decidiram promover na bela e rica cidade da Amadora uma espécie de gala e que consistia em pôr algumas dúzias de mancebos a cantar aquele fabuloso estilo de música que tem como nome Hip-hop.

Ainda agora me pergunto o que raio faria a bela (e aqui sem ironias!) Sónia Araujo no elenco que compunha o juri. Depois o restante consistia em pôr a Catarina Furtado a apresentar aquilo, e só para dar aquele toque de carisma à gala em questão lá decidiu não pentear o cabelo...

É realmente cómico as letras do hip-hop português e a forma como eles 'cantam'. Eles falam um português tão corrente que até tiveram de pôr legendas nas músicas (?!) que eles se punham para lá a cantar em português!

Até houve uma parte duma música que um desses grandes artistas que me intrigou: '' Não vejam as cenas que se passam na tv'. Sei que punha a palavra 'tv' e 'não vejam' mais uma das rimas do costume. Agora eu digo, o tipo que cantou isto de certo modo está a pensar no nosso bem estar psíquico. Ora vejamos, ele mesmo admite que aquilo que estão a ouvir é um lixo! Só por aqui depreende-se duas coisas: ou é inteligente (sabe distinguir coisas boas de más), ou é estupido (que é sempre a hipotese mais aceitável).

Também achei relativa piada a ver um dos membros do juri, que ao que parece era um padre. Mas um padre do hip-hop!... Trazia um boné dos que geralmente essa cambada costuma usar, ou por outras palavras, era um bimbo daqueles....

Creio que a 'gala' até tinha causas nobres, tipo angariação de fundos ou coisa que o valha, mas pecou simplesmente pelos artistas que por lá andavam...que poderão ter a oportunidade de gravar um disco porventura quando a editora que eles pretenderem assinar contrato deixar de existir.......

8 comentários:

Inês Brito disse...

Que belas horas para actualizações! :P
Sim, foi de facto uma transmissão medonha que, salvo erro, já é realizada 2 anos consecutivos, mas que se pode fazer??
(Numa onda de Gato Fedorento "A Amadora conta??) =)

Bj,
(i)

Inês Brito disse...

Escrever parvoices é bom a qualquer hora!

Bem, já está mais que justificado :P

escarlate.due disse...

oh Vizir estou em pleno desacordo contigo!!!
eu nem preciso ter visto para garantir que as músicas dos rapazinhos são de extrema qualidade! de notar que as letras são sempre altamente (para utilizar bom português)! até porque a Catarina nunca apresenta programas que não sejam excelentes! e aconselho-te seriamente a continuar a ver a dita tv mas... da próxima vez, vê-la desligada que é mais saudáve!!!!!! :P

DANTE disse...

Hip Hop?
Aquilo mais parece lavagem cerebral. O hip hop deveria de ser construtivo e gerar auto estima e estes putos denegriram toda a sua essência.
Public Enemy e Run DMC , isso sim é hip hop.

Um abraço

Grão Vizir disse...

Dante:

Gosto bastante de Public Enemy sim ehe. Até existem mais casos de bom hip hop. O dos anos 90 foi fantastico. Tupac Shakur, Coolio, Dr. Dre e o próprio eminem no ínicio também criou coisas muito porreiritas.

Agora o que se vê, principalmente em Portugal, é lixo autêntico, fora raras excepçoes...

Alien David Sousa disse...

"que até tiveram de pôr legendas nas músicas (?!) que eles se punham para lá a cantar em português!"

LOL

Muito bom. Alguém me podia ter avisado dessa tal gala. Pelo que li aqui foi de chorar a rir. Enfim,acho que é cada vez mais dificil encontrar ideias para galas, essa é que é essa ;)
Beijinhos
p.s os teus desejos são ordens para mim, já podes ir ao meu canto

Linda Paixão disse...

Não vi o programa, e pela descrição, não perdi nada. Pois é, está na moda o Hip Hop, está na moda dar facadas na língua portuguesa em forma de versos sem sentido... Definitivamente não consigo apreciar nem aplaudir o facto de o "guetto" ter saído à rua...

*

Nomyia disse...

Não concordo na totalidade. Há bom hip hop. Embora seja complicado distinguir rimas de boa e pertinente critica social entre a porcaria generalidada de: 'carros, pegas, dinheiro e festas'.
Por isso, não vi, mas estou mesmo a imaginar como correu. E sim, a catarina é mesmo era dar aquele 'ar'. E legendas? Pensei que a língua era a portuguesa!
*****