segunda-feira, 2 de março de 2009

Ça va?

Eu vou ser franco. Estou à cerca de trinta minutos com o ecrã em branco a ver o que digito para aqui para vocês que lêem isto. Pelo caminho vão ficando algumas reticências prolongadas quando nada de especial me vem à cabeça. A parte boa é que estou aqui entretido a comer umas boas Chips Ahoy, bolachas danadinhas para quem se encontra particularmente esfaimado...

Mal seria se tivesse comido feijão frade ao jantar. Por outras palavras, estou lixado estou... Mas seguindo em frente. Tenho andado com pouco tempo para escrever. O meu novo horário é aquilo a que se dá pelo nome de fantástico. Fantasticamente mau. As aulas são extremamente chatas. É teoria e mais teoria. Antes queixava-me exactamente do contrário, só prática, mas sou português, logo estou descontente por natureza. Muito sono tenho eu passado naquelas aulas. Talvez a solução passe por começar a trazer um tambor para ter alguma coisa para fazer. Se alguém trazer um cornetim e uns ferrinhos aquilo até podia ter alguma piada. Piada também teria na altura de levar um chuto para a rua. Não que um professor não estivesse a gostar de ouvir, porque certamente estaria, a parte má seria os pombos entrarem para dentro da sala de aula e começarem a mandar bombas lá para dentro em sinal de claro desagrado com o atum que as velhas da rua lhes terem dado estar estragado...

Mas como se pode entender, naquelas aulas não se aprende propriamente a fazer marmelada à base de cortiça, uma vez que toda a gente sabe fazê-lo, mas sim aprende-se maneiras sorrateiras de olhar para o ar e identificar pequenas moscas que por lá possam andar a pairar...

Outro bom divertimento por vezes consiste em atirar papelinhos. Até existe quem use a parte de fora das canetas como arremesso, e já vem com gosma e tudo!... Felizmente essas têem efeitos colaterais, uma vez que por vezes em vez de atirar, suga-se o papel para dentro e engasgam-se, para depois dar aquela subtil desculpa ''dê-me....dê-me vinho se não isto não passa!'' ao professor...

Seria benéfico. Antes bêbado e com sono do que sóbrio e com sono, convenhamos...

5 comentários:

Zé Pedro disse...

Boas,

Como sempre com o teu bom humor característico. Poucos mas bons, é aquilo que podemos dizer dos teus posts.

Vai aparecendo por aqui que nós agradecemos.

Um GRANDE abraço do Catano!!!

**laura** disse...

Olá, seja bem aparecido!

Fizeste-me recordar os meus bons momentos de sono nas aulas... em algumas teóricas (dos primeiros anos, vá!) quase que adormecia, literalmente, nas aulas. Tenho apontamentos lindos, que começam de forma muito normal mas que para o fim as palavras limitam-se a riscos, traços sem nexo pois até a mão adormecia.

Há um texto a circular pelos e-mails sobre factos a respeito da vida de estudante. Um dos factos diz que não importa a que horas é a primeira aula, pois vais estar sempre atrasado e com sono. eheh

Boa semana :D

Andreia do Flautim disse...

De repente pensei que te ia sair um post igual ao meu e hoje!

Pedro Barata disse...

Esta muito nice o post, monstro das bolachas! Lololol
Abraço

Diabólica disse...

Post impecável, parabéns!

Quanto ao resto que deus te dê paciência!

Beijinhos.