quinta-feira, 4 de junho de 2009

Era uma vez um avião...e era uma vez um destroço (provavelmente) no fundo do mar

Muito se tem falado do tal avião da companhia francesa Air France. Eu mesmo acho extremamente estranho o modo como o avião subitamente desapareceu, mas há algumas contemplações a fazer sobre esse assunto.

Como é possível que aquilo do nada tenha desaparecido totalmente do radar? E como não conseguem ver nada no oceano? Presumindo que usam óculos caso eles sejam precisos, ainda assim é minimamente estranho não se ver nada do avião estar a andar à deriva no mar.

A ter sido alvo da tempestade, muito provavelmente o radar do próprio avião ou a peça que faz com que as torres de controlo possam saber onde ele anda se tenha estragado devido a um raio qualquer, mas ainda assim, ao que parece, os aviões sobrevivem aos raios, pois assim o disseram na televisão...

Algo que até possa fazer mais sentido será realmente um ataque de um suicida qualquer que tivesse dentro do avião. Ao fim ao cabo, é perfeitamente legível que se alguém matasse os pilotos e destruisse o painel de controlos do avião, muito provavelmente chegaria ao desastre que todos sabemos que sucedeu...

Mas ainda assim não deixa de ser um mistério a forma silenciada como tudo aconteceu. Ninguém sabe de nada, e já passou uma semana. Se por certo sabemos que tratando-se de uma queda no mar, é difícil de ter a noção exacta do sítio onde ele caiu, pois actualmente estará a cerca de 6km de profundidade...

Cá para mim, e por ser a notícia mais dada na tvi, mais certo é ele ter caído no buraco que é a boca da Manuela Moura Guedes....mas isto são só especulações, embora até tenha sua certa credibilidade...

2 comentários:

DANTE disse...

Concordo contigo.Vai na volta é mais uma noticia que a Manelita engoliu.ansou-se dos sapos... :D

Um abraço

peace_love disse...

Realmente não deixa de ser estranho como nos dias de hoje, em que há tanta tecnologia, ter demorado tanto tempo até encontrar corpos e destroços..