sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Vamos a ser francos

Como todos sabem, e caso não saibam eu faço o jeitinho de dizer, o jornal nacional da tvi da sexta feira foi de certo modo abolido. Tendo em conta a situação política actual, seria caso para dizer que era um caso de censura por parte do governo. Se formos francos com nós próprios, há que dizer que por muito constrangedora que seja a situação, não houve quem não esboçasse um sorriso quando isto sucedeu.

Isto tudo porque apesar de haver aquela maravilha chamada 'direito de informar', o governo poderá responder com uma 'exigência de jornalismo imparcial', que é sem duvida o que faz do jornal nacional um riso.... Se a tvi porventura ter ficado contente com o share que o programa tem tido ao longo destes anos, algo que é incontornável é que é precisamente esse péssimo tipo de jornalismo que a pivô apresenta que a gente agradece tal acontecimento...

E não venham com a conversa do direito de informar. Para informar, temos a gente até canais por cabo para isso, sem tirar rtp's e sic... E também não creio que alguém tenha saudades do Vasco Matos Trigo. Sim, o tipo do 'por-amor-de-deus diz qualquer coisa!'...Quando se junta uma voz parecida à do Baptista Bastos a um tipo que mal sabe dizer duas palavras seguidas a coisa não fica com pernas para andar (certo dia ouvi-o na rádio numa rubrica dele qualquer e conferi este aspecto....).

Está claro que aquilo transparece num acto de censura, aliás, o próprio Socretino não conseguiu disfarçar uma certa ideia de 'deixem-me bazar daqui' aos jornalistas, quando estes o entrevistaram sobre isto... Mas mesmo que tivesse confessado, se ele dissesse algo como 'Mas ela é horrivel, não está melhor assim do que ver aquela bodega', a gente teria de gesticular um 'pois é, realmente...' !

Isto até simplifica as coisas. Ele sabe que durante estes anos algumas coisas estiveram 'bem mal', e sabe que tem pouca margem de manobra e aqueles que mais o criticaram têem de levar em cima, ou seja, com a tvi foi o que sucedeu. No entanto, e como a gente não precisa deste acto para saber que ele pouco ou nada presta, ele dá-nos esta cartada à gente. É que cá entre nós entre ele e a bruxa da do PSD, a troca entre um mau governante com uma muito possivel má governanta é difícil, ele acaba por lhe dar um trunfo, que a comunicação social aproveita para fazer vender....

E com isto não digo que vou votar na Ferreira Leite, a mulher-mete-medo...E com isto não digo que vá votar no Sócretino...E francamente não pensem no Portas!.....No fim das contas, eu cá não sou só agnóstico de religião....

1 comentário:

escarlate.due disse...

eh pah aquilo era o melhor telejornal do mundo!!!
:P
acho que foi por isso que a minha tv pifou...
felizmente!!!!