domingo, 6 de setembro de 2009

Vida de solteiro

Agora comecei a viver sozinho, acho que já estava na altura. As mudanças para a nova casa foram relativamente fáceis de fazer, uma vez que a nova casa é a antiga casa. Pondo isto em poucas palavras, sucede que já faz uma semana que estou sem ninguém em casa à pala das férias, e eu, porque tinha de tratar de alguns assuntos que não demoravam mais de um dia a serem tratados, quis ficar por cá.....

Mas viver assim nem é mau de todo, há sempre detalhes bastante positivos. É que viver numa família de quatro pessoas por vezes é remédio santo para dar cabo dos ouvidos. É um fascínio ver como por vezes as pessoas discutem pelos mais ridiculos pormenores. Um mau fascínio, portanto... Por outro lado, um gajo alimenta-se bem pior. E a parte chata é que nem se fica particularmente chateado com isso...

E como é bom não ter de ouvir um 'vai pôr a mesa vá faz alguma coisa!', 'Vai comprar pão' ou o grande clássico 'Não achas que já dormiste demais'...

Eu levanto-me na maioria dos casos pelas dez horas num dia normal! Num dia anormal, como no tempo de aulas, eu levanto-me cerca de uma hora mais tarde.... Está claro que é tarde, mas podia ser bem pior, podia levantar-me muito mais cedo (para mim claro está!)....

No meio deste paraíso todo existe sempre aquele inferno de fazer almoço e jantar. Tecnicamente eu sou um grande abelardo na cozinha, o que me faz produzir maravilhas culinárias como bife com batata frita ou peixe cozido... De vez em quando lá uma cebolada me sai bem, mas regra geral esse tipo de coisa tem aquele senão do 'dá mais trabalho que o costume', logo a coisa não rende.

De resto, desde que tire o correio quase todos os dias e a cozinha não exploda, está tudo bem....

3 comentários:

Indecisa disse...

hehehe

Como te entendo. Se bem que no meu caso, até cozinho bem :p

bjinho

Otário disse...

saudações otárias!

White_Fox disse...

Compreendo perfeitamente. Eu tenho um pronto a comer à porta e para não sujar mt a cozinha a minha mãe costuma deixar carcanhol para ir lá gastar. Eheh.
Mas não ter gente em casa é sempre excelente para dar a bela da queca na paz do senhor. lol.
Bons pinanços aí para esses lados.
abraço