sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Gelados e encalhados

Por estranho que pareça, o meu ultimo post em nada tinha a ver com o chegar do dia dos namorados. Simplesmente apeteceu-me. Mas também é verdade que esse dia é já amanhã, portanto vou elucidar o meu ver sobre o assunto.

Na prática consiste num dia que há que gastar dinheiro. Isto não deixa de ser uma definição algo avarenta da coisa, mas acaba por ser sempre o mesmo. A prenda do costume pode ser flores. Ramos de flores ficam sempre bem, especialmente se não há dinheiro para isso e temos de ir buscar ao cemitério, como fazem os 'Qué Frô'....

Adiante. O mais interessante é que as prendas que um gajo costuma dar são aquelas que têem efeitos nefastos na moçita. Falo claramente de chocolates. Oferecer isto fica sempre bem do ponto de vista ético, é o chamado 'toma lá para ver se engordas'. Depois ela vinga-se e oferece um relógio swatch. Uma vingança cara. Mas rende. Embora não seja para ela. Mas os papéis podem-se inverter. Depende dos gostos de cada um. Elas também recebem relógios, por vezes anéis... daqueles baratos a disfarçar uma coisa valiosa por se usar uma graxa daquelas de engraxar sapatos de forma bem eficiente, para deixar aquilo bem polido...

Se uma rapariga namorar um gajo gordo a coisa até fica mais fácil. 'Toma lá um bolo pá!'. Lá tem ele de comer um pão-de-ló feito por ela todo contente a lambuzar-se todo. É um momento feliz, se uma gaivota não estragar o negócio. Estas bestas costumam ser perfeitas para estragar momentos fulcrais!

Depois do momento das entregas de prendas é a vez dos alegres passeios à beira-mar a comer gelados, jardim, ou ida ao cinema. É nestes momentos que estão cerca de cinco casais espalhadas numa sala vazia a ver um filme lamechas. É que há interesse deles ficar algo afastados do resto por uma razão aparente. No caso dos passeios, é comum vê-los aos montes em descampados, e por acaso por agora o tempo lá tem aspecto de ajudar, porque tem estado mais quente nos ultimos dias, por outras palavras, já não vão ter de estar dez pessoas debaixo da árvore amiga para não ficarem todos ensopados à pala da chuva que se fez sentir nas ultimas semanitas...

O que ajuda também é um jantarinho maravilhoso. Por outras palavras, é o chamado 'Não queremos cá sogras, sogros e amigos, só nós dois e o tintol'. O tintol joga com as pessoas. A pomada do milagre ajuda a ganhar jogadas de antecipação e momentos de descontracção mais rapidamente. A parte da desgraça é se a feijoada cai mal e acaba com o prazer que é costume se seguir. É que a feijoada é o alimento mais parecido com laxante, por vezes... Mas também só funciona se a pessoa não tiver cérebro, come-se um cabritinho no forno com batatas bem douradas que.....que já me está a dar fome porra!...

Bom dia dos namorados para a cambada que lê esta trampa e para os que não o fazem e tão bem que fazem!

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Maravilhoso coração, maravilhoso...

O coração é muitas vezes o chamado orgão deprimente. É aquele mafioso bipolar. Muitas vezes pensamos com o coração e lixamo-nos à força toda por uma determinada incapacidade. Por vezes somos demasiado exigentes com aquilo que pretendemos, outras vezes somos demasiado levianos... Quando estamos a meio termo, ele faz um pedra papel tesoura connosco e venha o que vier se não tivermos um pingo de confiança damos cabo do esquema todo.

Quando nos tentamos proteger mais a nós próprios, acabamos por vezes por levar um 'sermão' psicológico por passarmos por pessoas frias, tempestivas ou mesmo idiotas. Falamos do coração como aquela coisa que nos permite elucidar sobre determinados assuntos quando ele começa a bater mais rápido que, se por vezes significa que podemos ter apaixonado por alguma pessoa, também poderá querer dizer que já não corremos há três anos e um esticão de dez minutos já andamos ali a monte quase a morrer...

Mas ser frio significa que não se regula bem da cabeça? Não exactamente, pode querer dizer que levou com uma bola de neve no focinho! Que é como quem diz, há diferentes pontos de vista da primeira vez que se conhece uma pessoa, juízos de valor mal medidos muitas vezes devido aos diferentes tipos de vestir ou aparência. Isso é francamente lastimável.

Temos momentos em que nos convém ser mais distantes. Por vezes é agradável passar momentos àparte de tudo o resto quando há problemas sérios por resolver. Problemas esses que não passam por ter de acabar com o stock de bolachas Cuetara lá de casa. Temos como exemplo o trabalho de uma pessoa. Por vezes certos tipos de trabalho vai fazendo mudar ou diminuir a coerência de qualquer um. Conheço exemplos disso. É que a paciência tem limites, e o resultado costuma ser atirar postas de pescada a tudo quanto é ser vivo. Tirando as formigas, que pouco mal fazem...

Isto tudo para dizer....nada.

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Prodigy - 3 Kilos



Uma bela obra prima destes tipos! Trata-se de uma musica do album 'Music For the Jilted Generation', de 1995, ou seja, dois anos antes deles editarem aquele que foi o seu mais conhecido trabalho, 'The Fat of the Land', que incluía temas como a Firestarter ou a Breathe. Embora menos conhecido a verdade é que todo o album é muito porreiro de se ouvir.

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

A-riôpss

...Não foi mau. Fomos roubados, controlámos e merecíamos a vitória não fosse escolherem um arbitro com conotação para um dos clubes que disputavam o jogo, neste caso o seu próprio clube foi prejudicado, mas não foi mau...................

domingo, 8 de fevereiro de 2009

Vamos!

Hoje é dia de jogo muito importante. Vamos lá Benfica!! Caso a coisa corra mal, mais provável é o estaminé encerrar para férias para digerir uma suposta azia à pala do dito cujo...

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Páras ou não páras caramba?!

É realmente interessante o clima destes ultimos dias. Sol, onde andas, para que existes afinal?... É que até granizo temos de aturar. O que tem menos piada no meio disto tudo é que quando é granizo este tem a mania de simpatizar mais com quem estupidamente se esquece de guardas-chuva. É que a gente damos graças aos céus por não termos sede, portanto já podia ir parando de chover, é que já não pára desde há umas boas e largas semanas. Queremos sol. Se puder ser peço amendoins também. Prefiro muito mais que caía amendoins do céu do que granizo.

A esta altura estou a ver a vossa pose a revirar os olhos e tal...Mas pá, é que granizo tem aquele 'não sei quê' que faz um gajo não querer sair de casa, a não ser para ir vender croquetes... Gostamos de receber prendas, não como aqueles que ontem um pombo daqueles bem amigos me mandou, mas daquelas em que pudemos dizer que rende imenso, como é o caso de um penso para fazer um curativo quando se perde uma mão de tanto plantar grão na horta da vizinha...

Há dias fui eu ver o meu Benfica ao café e mesmo com chapéu estava tamanha ventania que as varetas partiram e eu fiquei ali todo contente a apanhar com águinha nas beiças. E na cabeça. E na roupa toda. E já perceberam a coisa. Um gajo solta um 'porquê?' para o céu, e lá leva com mais chuva no trombil, pois embora já estivesse abrigado, a chuva era de tal modo irritante que entrava por todo o lado. Realmente não se pode contrariar o tempo, e mesmo mandá-lo para um certo sítio acaba por nos fazer lixar ainda mais...Pior que isto só ver a Manuela Moura Guedes a apresentar o jornal nacional com aquela boca de engolir tijolos...

Isto tudo para dizer que hoje lá tive eu de sair de casa para ir fazer um exame. Que correu tão bem que cheguei com uma tromba até ao chão. Estou a brincar. 'Só' correu mal. Por certo alguns correrão melhor, agora é até quarta feira proxima nisto, vamos lá ver como me safo...

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Salmonella Dub - Lightning



Eis outro grupo da Nova Zelândia. Estes não estão tão virados para o reggae, embora algumas musicas sejam deste tipo, mas é um dub/electro bem calminho. Esta até dava para aparecer em muitas boas compilações de musica ambiente/chill out. Descobri estes tipos há pouco tempo, mas passei a gostar muito, os albuns são facílimos de ouvir. No caso desta musica, não é o clip original, só a musica, mas digo que é das melhores musicas que descobri dos ultimos tempos!