sábado, 31 de julho de 2010

Inovar ou estupidificar?

Há cerca de dois dias fui à praia pela primeira vez este ano. Sim, não me recordo do dia certo, fruto da bebedeira que se seguiu à mesma. Mas foi giro, toda a gente sabe que mesmo não indo à praia com o intuito de ir para lá beber água do mar que é particularmente ridículo, outra conclusão que a gente chega sempre quando lá vamos é que o estômago ressente-se e dá-nos fome. Fome e...sede. É mais sede. Sim, ter sede é bom. Águinha? Pode ser, e ainda é melhor se for daquela com cevada! Sim, com cevada satisfaz. Muito!

É estranho ir à praia só em Agosto. Qualquer pessoa à partida estranha uma coisa pela primeira vez. Foi assim quando vi o filme Titanic, aquelas quatro horas de filme com intervalo quando apenas faltava uma hora para acabar deixaram-me com umas dores nas pernas que até os pés estavam dormentes! Foi isso e a componente romântica do filme, é que não é costume haver histórias românticas quando os navios vão contra um icebergue, e aquilo havia de ter sido na minha opinião um filme com passagens de checkpoint entre cada pequeno icebergue até chegar ao último em que o pessoal ia todo à vida. Manobras arriscadas, bombordos e estibordos, o pessoal a entusiasmar-se com 'iupii mais um icebergue passado' até que depois de três ou quatro iupii's viesse a parte final do 'porra para isto estamos lixados'....

Mas são teorias. Ninguém pergunta porque os ratos ou coelhos existem às carradas mesmo quando somos pequenos, portanto não temos legitimidade suficiente para perguntar porque diabos o Titanic não foi um filme com chamarizes como checkpoint's...

Sim, não perguntamos porque lá no fundo sabemos a resposta. É exactamente aquela que eu dei à descrição do blog : um blog que consiste e insiste em falar sobre assuntos que não interessam a ninguém. O porquê disto tudo é sempre simples: é estúpido e enche parágrafos, logo (não) é francamente engenhoso!......................


PS: Apenas escrevi sobre o Titanic porque sei que não vou ferir qualquer pessoa quando digo que o filme ficaria melhor daquela maneira, uma vez que não há ninguém que conheça ou que ache que o Titanic é o seu filme favorito, pelo menos eu noto isso quando oiço as palavras 'horrível', 'secante' ou a sequência de palavras 'Francamente filme mais chato não há'....

Sem comentários: