domingo, 30 de dezembro de 2012

Burlão sem perdão

Há pouco tempo surgiu um caso sobre Artur Baptista da Silva. Como se sabe, fez-se passar por funcionário da ONU, mas o 'cadastro' dele até se revela um bocado mais extenso do que isso. Pelo que li, falsificou um diploma de licenciatura em Organização e Gestão de Empresas, em 1975, no ISCTE, que lhe valeu um processo por parte desta faculdade, e para garantir mais um processo em cima, o sindicato dos economistas lá teve de o fazer em 1981 , com uma queixa por usurpar funções e, ao que parece, já tem 18 queixas-crime ao longo da vida...

Só por isto vê-se também o estado da justiça neste país. Como raio este tipo ainda anda aqui e ali a tentar justificar-se e atirar areia para os olhos das pessoas quando está na cara que este animal é culpado?...É este, e o Vale e Azevedo, que para além de ter uma testa que parte tijolos ,seguramente, anda à não sei quantos anos a conseguir fugir à justiça...

2 comentários:

Mary Jane disse...

Calma, não é animal...

Os animais ainda merecem ser bem tratados :P

João disse...

Sim, este artur nem para cobaia de laboratório servia, benditos ratos...