sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Daysleeper

Uma coisa que sempre achei curioso foi a capacidade dum ser humano estar acordado e a dormir ao mesmo tempo. Quantas vezes já eu me vi naquela situação de acordar, ir tomar o pequeno almoço, e mesmo depois disso sentir uma moleza descomunal. Há remédio para isso, chama-se lavar a cara, ou tomar um duche, mas verdade seja dita, num sábado ou domingo, dias em que a lanzudice marca presença raro é o dia em que apetece ir logo para o duche. É bom e sabe muito bem voltar para a cama depois do pequeno almoço, e ainda mais em dias que chove a potes ou que faça um frio que congela...

E ainda que uma pessoa fique a pé, o cérebro parece que raciocina a pilhas. Daquelas completamente gastas... Situações do género ''então e onde está a chávena?'', ''estás mesmo a dormir, estás com ela na mão'' ou levar com a porta do armário da cozinha na cabeça sem querer são típicas...

E são esse tipo de situações que é a própria natureza das coisas a soar o alarme para acordarmos para a vida. Embora no caso da porta do armário pudesse doer menos...

1 comentário:

Eli disse...

Pareces eu, ou vice-versa.

Sinto-me assim... como que solidária... :)