domingo, 31 de março de 2013

Cinco linhas, parágrafo, sem travessão

Todos temos prazeres gastronómicos preferidos. Confessei aqui já algumas vezes ser um fã incrível de nestum (de mel), é daquelas coisas que apesar dos anos passarem, nunca deixei de ter apetite para aquilo. Mas há limites. Estava eu a ler notícias e vejo um artigo sobre 'Expedição Mare Nostrum'. O que eu realmente li foi: Mare Nestum. Não que um mar de nestum não fosse bonito e apetecível de se ver, mas........

2 comentários:

Pensador disse...

Nestum... "a papinha que dá energia"!!!!

Eu sei de que nestum estás a falar.....

Já agora, eu também comia muito nestum em criança... ;-)

Alien David Sousa disse...

LOL

Mas olha que engorda para caraças johny! ;) Eu também gosto.
kisses