domingo, 3 de março de 2013

Por isso não percas o próximo episódio...

Pela primeira vez na história um papa renunciou ao cargo. Não sei se foi a primeira vez que um papa teve juízo, mas talvez se tenha apercebido da grande hipocrisia que existe por ali...

Já por algumas vezes falei sobre o que pensava sobre as Igrejas, e no caso concreto desta, acumulam-se os casos de abusos sexuais devido à falta de adaptação da religião à modernidade. Porque diabos não podem os padres casar? Aparentemente a igreja é que tem de ficar com os bens dos mesmos e não há como contrariar esta teoria. Se eles pudessem casar e viver uma vida mais normal porventura não sucediam tantos casos de abusos. Aquilo parece um circo sem palhaços lá dentro, eles não têm motivos ou passatempos dignos de registo e pura e simplesmente desesperam. E depois do desespero fazem porcaria da grande...

Mas acaba-se sempre por voltar à hipocrisia. Antes tínhamos a igreja a matar pessoas nas cruzadas e a conviver incrivelmente bem com a situação da escravatura, hoje em dia temos a igreja como das organizações mundiais mais lucrativas do mundo, com milhares de cegos seguidores e com imensos problemas polémicos que de tempos a tempos lhe faz passar vergonhas...

Até me podia alongar mais, porque para criticar igrejas sou daquele tipo de pessoas que os crentes dizem que devia respeitar mais quem acredita, e portanto vou ser solidário e parar por aqui...

2 comentários:

agatxigibaba disse...

Esse Papa lembra-me duas coisas: sapatos vermelhos e uma vez em que comprei um jornal e me calhou uma bandeira com a cara dele, a propósito da sua vinda a Portugal - escusado será dizer que fiz um sucesso tremendo ao chegar à faculdade com a bandeirola.

Pensador disse...

Lixado deve estar aquele que viajou ao Vaticano para ver o papa e ele já lá não estava!

"ele: - devolvem-me o meu dinheiro" (ahaha)

aquilo no Vaticano deve ser uma palhaçada.