quarta-feira, 10 de abril de 2013

O grande orador

Hoje deparei-me com isto. Acaba por ser daquele tipo de notícias que não se sabe bem se é para rir ou para chorar. Primeiro contratam como porta-voz do impulso jovem o grande orador Miguel Gonçalves, conhecido pela sua participação do programa Prós e Contras, em que mostrou que não é preciso apenas se pensar relativamente bem para se expor tudo aquilo que se quer dizer; é preciso também saber falar, e sobretudo, não ter uma pronúncia nortenha demasiado vincada para evitar se ser alvo de chacota...

Acabou por ser a última decisão do Relvas que, uma semana depois de ter afirmado que o impulso jovem era algo que se ia fazer de tudo de forma a que aquilo fosse para a frente de vez, sofreu novo revés com a nova atitude do Gaspar...

E com isto é preocupante o papel do enorme orador Miguel Gonçalves. Para onde vai ele com a conversa das pipocas?!!...

- Temos de bater punho para conseguir vender pipocas!
- Não é preciso, usas o tacho, é só pôr o milho lá dentro e pores ao lume...
- Mas há que bater punho! Convocar toda a gente desempregada a bater punho!


Bate punho, bate punho....vai lá bater punho para a tua terra!... Não é por estar lá esse senhor que os jovens têm mais e melhores condições de trabalho!....Falinhas mansas já basta o governo e as empresas sem vergonha....

5 comentários:

agatxigibaba disse...

O que ele disse das pipocas eu posso dizer a um amigo meu, mas em versão "olha vai trabalhar no verão para um café na praia que pagas as propinas" e sem sotaque. Torna-se legítimo? Não é que simpatize especialmente com o gajo, mas realmente vive em Portugal e isso é um problema: tanto o aplaudiram como o enterraram. Se merecia uma ou outra coisa? Já é discutível mas eu não sou ninguém para o fazer ;) *

João disse...

Eu não consigo reconhecer que esse tipo de discursos bem construídos (que no caso dele à pala do sotaque nem o chega a ser e soa um bocado ridículo) traga algo de positivo. O seu discurso, na prática, é o de um político: diz umas coisas que parece 'bem' dizer de vez em quando, mas regra geral é atirar areia para os olhos das pessoas...

Isto porque não é com falatório desse tipo que a situação actual das empresas de chular trabalhadores se resolve.....

Tétisq disse...

deve ser preciso ter um restaurante de luxo perto de casa para que somados os ganhos e subtraídos os gastos se consiga pagar um ano de propinas...e, se os pais não tiverem possibilidade de contribuir com os transportes a alimentação e restantes gastos do estudante, como é que se faz? o tipo não foi ridicularizado por estar em Portugal foi ridicularizado por estar completamente a leste do que é a vida, como a maioria das pessoas que não tem bem a noção do que é depender só de si sem uma almofada familiar...eu que já tive que deixar uma licenciatura e voltei à faculdade para fazer outra tendo passado por um sem número de contratos a que me sujeitei para sobreviver mas, que são vergonhosos acho que sei melhor do que falo do que gente deste calibre...

Tétisq disse...

acho que o Gaspar suspendeu o programa porque sentiu inveja do jovem...O Gaspar tem cara de quem devia 'bater punho'a ver se arrebita!

Alien David Sousa disse...

Johny, sinceramente...os disparates já são tantos, as frases e discursos idiotas não param de crescer que não tenho outra solução do que tentar ignorar. É demais!
kisses