segunda-feira, 1 de julho de 2013

Gaspar

Depois de se ver tanto cartaz de pessoal a dizer que não era amigo do Gaspar lá ele fez a vontade ao povo e decidiu sair dali. Não deixa de ser curioso que ele já tivesse pedido para sair há oito meses atrás, o que significa que apesar de ter aquele ar de quem não dorme nem ri, até teve sempre vergonha dos seus disparates...

Uma coisa é certa. Se isto fosse demissão em massa do governo, lá íamos nós ainda mais para o fundo. Natural depois disto foram os pareceres dos outros partidos políticos, os chamados discos riscados...

Do lado dos comunas, pecou por tardia e foi a vontade do povo. O macacão líder do 'berloque' de esquerda pouco acrescentou, e se acrescentou, não disse lá grande coisa como é costume se vier de quem usa a cabeça para usar cabelo apenas (apenas....dos lados da cabeça que ele até é careca.....)

O discurso do PS foi de convocar eleições. É incrível como estes abutres apenas desejam o poder como forma a garantir tachos para a malta sem vergonha que por lá anda. A política é o instrumento que gera maior corrupção em Portugal e está claro que estes não ficaram lá muito amuados de o PSD lhes ter apontado o dedo justamente quando diziam que é à pala da governação do Socretino que o país ficou assim...

É óbvio que isto são anos e anos de incompetência. Não foi só o anterior governo, mas o que é certo é que qualquer conjunto de tonis que vão para o governo só pensam em trocas de favores para carimbarem passagens para futuros cargos noutros sítios...

O próprio PSD também anda manco e o CDS não é lá grande muleta e certamente teve a sua quota parte de culpa na demissão do Gaspar....

Agora é ver o que se há-de passar, mas uma coisa é certa, se cá ele era muito mal visto, na Europa o Gaspar tinha credenciais, o que não augura grandes maravilhas...

Sem comentários: