segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Tristeza

Sabe-se perfeitamente que a Apple foi das maiores inovadoras dos últimos anos. Há cerca de dois anos comprei um Ipod. Mais concretamente, um Ipod Shuffle, que se trata de um leitor de mp3 em forma de quadrado, do tamanho de um dedo polegar, de 2gb.

Até aqui tudo bem. Não tenho sequer qualquer razão de queixa dele porque ainda está em perfeitas condições, até porque é um acessório que eu trato bastante bem, já que quase sempre que vou dar uma volta a pé ou uma ida a um café, é algo perfeito para passar tempo.

O senão é exactamente o programa Itunes. Sem essa porcaria, o Ipod não funciona, já que só a partir do Itunes é que se pode transferir músicas. Parece um detalhe pequeno, mas não é. O Itunes não é de todo um programa confuso, mas para fazer playlists novas é uma carga de trabalhos para eliminar músicas do Ipod e colocar as que se quer.

Dá-me saudades do meu antigo Creative MuVo TX. Só tinha 256mb, mas chegava-me e bastava-me. Infelizmente, a bateria desse ao fim de uns 7 anos foi....'com os porcos'.Nunca gostei do conceito dos leitores de mp3 com carradas de gigas de armazenamento, é chato estar sempre a mudar de playlists ou ouvir albuns inteiros num leitor que se usa na rua. Se quisesse ouvir albuns inteiros, tenho os meus 160 albuns originais, mais alguns vynis.

E o bom desse meu antigo mp3...nunca precisou cá de um programa chato para passar as músicas lá para dentro. Era só transferir directamente como se de uma Pen se tratasse, e estava feito. Tristeza....

Era tão porreirito....   


2 comentários:

Teresa Isabel Silva disse...

Ás vezes as "modernisses", vem estragar tudo!!! nada me tira o meu Corby!!!!

Bjxxx

Diana disse...

Também não tenho grande paciência para coisas assim tão elaboradas!