quinta-feira, 3 de julho de 2014

Jogos de futebol

Gosto de jogar futebol. Sempre gostei. Entre gostar, e saber jogar sempre existiu uma grande diferença no meu caso. Quando era pequeno não era o gajo que ia à baliza porque existiam gordos na turma. Sempre fiquei naquela posição típica de quem joga só para encher, ou é como quem diz, para o número de jogadores estar igual.

Com o tempo fartei-me de ser aquele gajo que só tinha a bola quando tocava a defender e lá se fazia um ou outro corte. Está claro que existem pessoas com talento natural, eu não acredito que os pré-destinados apenas existam porque jogaram futebol desde muito pequenos, ou porque o seu pai foi um grande jogador da modalidade...

Mas lá me rendi e percebi que jeito para futebol não tinha. Nunca deixei realmente de jogar até chegar à faculdade, mesmo tendo sido uma pausa relativa, uma vez que tempos mais tarde voltaria ao campo.

Consegui, aos poucos, passar daquele estado miserável, para um estado de que nem faz grande coisa em campo, mas também não compromete sempre a equipa.

Hoje tive possivelmente o meu pior jogo de sempre desde há muitos anos. Perdi a bola a tentar (estupidamente) fintar e só por isso dei três golos aos adversários, e o cúmulo foi quando estive à baliza, que ao tentar rematar para a frente, dei um pontapé na atmosfera....mais um golo numa fífia incrível...

Mas depois há o reverso da medalha: sempre que tentei fintar foi porque não estava ninguém a 5 metros de mim no máximo. Eu do pouco que consigo jogar, é fazer tabelas, receber e passar logo de seguida, mas para passar, preciso de alguém perto, algo que hoje não sucedeu.

As equipas do costume foram outras e até nisso, embora com culpa, paguei a factura a dobrar.

Bem pior que tudo isto, porque eu sei que fiz porcaria neste jogo, foi ter de ouvir aquele tipo de comentários irritantes de malta que não sabe dizer as coisas na cara. Aquele tipo de críticas do género da que ouvi 'e depois acho muito engraçado ver malta que não sabe fintar a perder a bola, eu ao menos do que sei fintar, tento não comprometer a equipa'.

Isto é malta que nunca teve um jogo mau. É, da maneira como foi dito aquilo comigo praticamente ao lado deles, era vontade de arranjar confusão.

Mas têm sorte, eu não lhes parto a perna no próximo jogo, mas se calhar, é só porque não vou. Já tive alguns maus jogos, nunca tão maus como este, mas eu saber que tive mal e ter de ouvir este tipo de indirectas dá vontade de lá não meter os pés, mesmo estando sempre de cabeça levantada jogo após jogo, ao fim de tantos jogos.

Dá-me raiva ouvir pessoal a mandar indirectas. É falta de carácter, não sabem dizer as coisas na cara! Uma coisa é uma pessoa tentar perceber porque esteve mal e nos dizerem, outra coisa é ouvir bocas de gente que embora jogue bem melhor do que eu, se achem foras-de-série. Pois que vão bem para a p...que pariu!....

Há pouquíssimas coisas que me tiram do sério. Sou um tipo calmo, sei rir de mim próprio quando faço algo estúpido, e procuro sempre não criar problemas com ninguém. Mas às vezes, muito, muito raras vezes, tento não me passar dos carretos porque a cara ou perna de certas pessoas já mereciam uma bela biqueirada!...

1 comentário:

Miguel Pereira disse...

eu também adoro jogar futebol, mas jeito é algo que me fata. faço-o porque me gosto de divertir. o último jogo correu mal, mas o próximo será melhor vais ver :)

http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/