segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Retrospectiva

Este blog foi, durante anos, uma boa e agradável maneira de fazer um carregamento ou compilação de tudo aquilo que por vezes penso mas que nunca passa disso mesmo, um pensamento. Sempre tive uma boa queda para escrever sobre situações que, se não for maluco, não acontecem.

Tive agora mesmo a reler antigos textos e é engraçado pensar na quantidade de parvoíces que me iam saindo, principalmente casando temas que na prática não se casam. Tive textos que hoje posso dizer e reafirmar que devo mesmo ter uma mente um bom bocado destrambelhada.

Por outro lado, já não tem a mesma piada pensar que muito daquilo que escrevi, hoje já pensaria seriamente duas vezes antes de publicar. No fundo, ganhar discernimento faz parte, mas aborrece-me pensar na quantidade de posts mais recentes que dediquei à política ou futebol.

Fui grande adepto da blogosfera durante muitos anos. Isto é um bom vício quando se apanha um blog escrito por alguém com quem conseguimos identificar certos traços de personalidade. O anonimato de cada um é outra das características que mantém a curiosidade e o interesse em querer sempre saber mais um bocado sobre quem está do outro lado. 

Hoje em dia já não dedico nem um décimo do que me dedicava a este mundo e, sinceramente, cada vez mais os posts vão ser mais raros, embora, quando me der na cabeça, não como um raio, se não já não estou cá para escrever, continuarei a vir aqui....

Até lá.

Sem comentários: